Calendoscopiando a Alma!

"todo poema é uma aventura planificada" (C.L.)


Pesquisar este blog

domingo, 1 de fevereiro de 2009

Amém!


Em noites como essa deito-me sobre minha cama e passo a madrugada pensando na vida,
Sou tão cheia de " e se?" e de "será que?" que as vezes me perco em meus pensamentos,
na minha caminhada...
Agente passa a vida inteira tentando atender as exigências e aos papéis que os outros nos dão, que acabamos esquecidos de nós mesmo... Vivemos em um mundo muito cruel se entramos nesse jogo... E não aproveitamos a vida em seus momentos de forma plena...
Ás vezes agente está com alguém e naquele momento não dá atenção a pessoa... E o momento se vai... E com ele a chance de sorrir, de dizer eu te amo...
Ai fica-se em busca de uma tal felicidade que vende livros de auto ajuda...Deixando a vida correr, assim entre nossos dedos por causa de formalidades banais...
Não! O futuro é o presente que se constroi a cada instante que se perde, pensando demais em como será!
Deixa o tempo se arrastar sem fim.... como já dizia Djavan...
Porque os finais felizes existem em cada mão estendida, em cada beijo de despedida, em cada palavra doce e em cada olhar de paixão!
A vida é apaixonante! As pessoas são incríveis!
Se perder é a melhor coisa que existe... andar por ai... sem ter destino... sendo que o destino já
existe : nós mesmos.

Se encontre, porque o tempo que se gasta com o outro só é tempo real se vc realmente se sentir ali, presente! souber que se deu com tudo naquela hora...
Que amou intensamente, que chorou quando tinha que chorar e riu muitooo de tudo o que viveu e aprendeu!

Do mundo sou cria e sei que a minha missão aqui é criar! é inventar-me e permitir-me sempre que possível ( e que seja sempre, se não for pedir demais!)

Amém!

Um comentário:

lucas disse...

Minha poeta linda!!!temos "e não ha tempo que volte amor...vamos nos permitir" a musica de lulu santos!!!é isso ai!bjos

entre sem bater....

"Se o amanhã é um mistério, porque me preocupo tanto com o que ainda virá? É tão rara a calma de um olhar. Ao conversar com Deus, dobro os meus joelhos, sinto uma brisa suave. É onde encontro esta calma, este momento de alegria, que vai além de um instante, durará eternamente em mim." (Ana Catarina Braga)

Quem Vem de Lá?

Ela... Poesia concreta.. feita por mim... por nós... por quem surgir..."O que não sei dizer é mais importante do que o que eu digo." (Clarice Lispecto)