Calendoscopiando a Alma!

"todo poema é uma aventura planificada" (C.L.)


Pesquisar este blog

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

A Viagem




Um dia peguei as malas e decidi sair de casa.
Não sei para onde, ou como iria chegar, tinha planos,
Mas o ponto era aprender com a vida, aprender a amar.
Nunca me sobrava tempo
Sempre tinham mil pessoas ao meu lado,
E precisando de mim.

Decidi então arrumar as malas
e viajar nesta viajem.
Sabia que mesmo que continuasse andando
ela não teria fim.

Achava que não havia tempo para mim,
E para curar o que sobrava aqui.
Andei em mil focos, fora do foco.
E ai então vi sua mão erguer e me dizer:
sente as flores, caminha até aqui.

E eu fui...
As malas já não me importavam,
As pessoas já não sabiam o que eu estava fazendo,
Mas era um segredo, entre eu e vocẽ.
Uma viagem à essência

Cheguarei? Não sei. Respostas não me fazem sorrir.
Só sei que agora me sobra tempo, me sobra amor,
E todos os dias encontro um motivo para prosseguir
A viagem sempre começa,
Então abro os olhos e deixo fluir.

4 comentários:

Gilberto disse...

Os viagens não tem um fim e nunca se fazem sozinhos, sempre se tem gente boa e ma que acompanha esses viagens.

Esfera Azul disse...

Adorei!

Anônimo disse...

Gostei, Parabéns

Anônimo disse...

Legal

entre sem bater....

"Se o amanhã é um mistério, porque me preocupo tanto com o que ainda virá? É tão rara a calma de um olhar. Ao conversar com Deus, dobro os meus joelhos, sinto uma brisa suave. É onde encontro esta calma, este momento de alegria, que vai além de um instante, durará eternamente em mim." (Ana Catarina Braga)

Quem Vem de Lá?

Ela... Poesia concreta.. feita por mim... por nós... por quem surgir..."O que não sei dizer é mais importante do que o que eu digo." (Clarice Lispecto)